Nascer no Ceará

 

O Programa Nascer no Ceará tem o objetivo de reestruturar a linha de cuidado materno-infantil a partir da atenção à gestante de alto risco e garantir a assistência qualificada a gestantes e recém-nascidos nos 184 municípios cearenses. Por meio da regionalização e descentralização das ações e serviços de saúde do Sistema Único de Saúde (SUS), o programa é uma ferramenta importante para redução da morbimortalidade materna e neonatal.

 

A Secretaria da Saúde do Ceará realiza atividades de elaboração e implantação de protocolos de atenção à saúde da gestante, qualificação dos profissionais médicos e enfermeiros, além da oferta de exames específicos, vinculação das gestantes às policlínicas e maternidades de referência para alto risco e métodos contraceptivos de longa duração às mulheres que tiveram gravidez de alto risco. Há também acompanhamento e monitoramento das ações através de sistema de informação e aplicativos desenvolvidos para esse fim. A Sociedade Cearense de Ginecologia e Obstetrícia (Socego) é parceira do programa na qualificação dos profissionais de saúde da atenção primária, especializada e terciária.

 

O Nascer no Ceará integra o Programa Mais Infância Ceará, idealizado pela primeira-dama em agosto de 2015. As medidas e objetivos previstos no Programa Nascer no Ceará estão alinhados com o Ceará Saudável, que busca a garantia do acolhimento de todas as gestantes cearenses durante a gravidez, o parto e o puerpério, além do fortalecimento da vigilância de óbito maternoinfantil.

 

As estratégias utilizadas no programa são baseadas em evidências científicas publicadas pela Organização PanAmericana da Saúde (OPAS), o Centro Latino-Americano e do Caribe de Informação em Ciências da Saúde (Bireme), a Fundação Oswaldo Cruz (Fiocruz), a Associação Brasileira de Pós-Graduação em Saúde Coletiva (Abrasco), o Conselho Nacional de Secretários de Saúde (Conass), o Conselho Nacional de Secretarias Municipais de Saúde (Conasems) e outros.

 

Linha-guia Nascer no Ceará

 

Condutas Assistenciais para a Linha de Cuidado Materno-Infantil

 

Primeiro ano do Programa Nascer no Ceará – Relato audiovisual