Instituto de Prevenção do Câncer (IPC)

 

 

O Instituto de Prevenção do Câncer (IPC) foi criado há 52 anos. Sua primeira sede funcionou na Rua 25 de Março, nº 607, e, em 1976, foi transferido para o endereço atual, na Rua Walter Bezerra de Sá, nº 58, formando com o Centro Integrado de Diabetes e Hipertensão (CIDH) e o Laboratório Central de Saúde Pública (Lacen) um complexo de Saúde Pública.

 

Com a criação e implementação do Sistema Único de Saúde (SUS), o IPC foi se adequando a um novo perfil, mantendo, porém, como principal missão, a contribuição para a melhoria da qualidade de vida da mulher, diminuindo a morbimortalidade por doenças relacionadas ao câncer, em especial, ao câncer do colo do útero e de mama. Suas ações se ampliaram e ganharam relevância estadual.

 

Atualmente, é referência secundária para o diagnóstico e tratamento precoce de lesões precursoras do câncer do colo do útero e mama, e também referência para os municípios cearenses na condução das políticas de controle desses cânceres. Ainda mantém, em parceria com o município de Fortaleza, coleta sistemática do exame primário de prevenção do câncer do colo do útero, tornando-se um centro de treinamento para profissionais dos mais distantes municípios do Estado que precisam se aperfeiçoar nessa técnica.

 

De 2000 a 2013, o IPC ganhou projeção nacional e internacional ao ser escolhido como um Centro de Pesquisa para um Estudo Multicêntrico com participação de centros dos Estados Unidos, Canadá e de outras cidades do Brasil, como Porto Alegre, Curitiba, São Paulo e Campinas, para o desenvolvimento da vacina contra o HPV, principal responsável pelo câncer do colo do útero. O IPC está na vanguarda da prevenção primária desse agravo.