Rede Sesa em Ação

O Governo do Ceará, por meio da Secretaria da Saúde do Estado, oferece à população um atendimento de saúde especializado que tem como principal objetivo proporcionar bem-estar e felicidade a todos os cearenses. Os onze hospitais que compõem a rede de saúde pública do Estado são unidades de média e alta complexidade. O investimento em tecnologia, somado à atuação de profissionais de saúde qualificados, reflete na prestação de serviços de excelência reconhecidos em todo o país.
A rede pública de saúde estadual conta, ainda, com outras unidades de referência, como o Centro de Hematologia e Hemoterapia do Ceará (Hemoce), o Centro de Referência Nacional em Dermatologia Sanitária Dona Libânia, o Centro Integrado de Diabetes e Hipertensão (CIDH), o Instituto de Prevenção do Câncer do Ceará (IPC), o Centro de Saúde Meireles (CSM), o Laboratório Central de Saúde Pública (Lacen) e o SAMU 192 Ceará. Além disso, há 19 policlínicas regionais, 25 Centros de Especialidades Odontológicas (CEO) e 36 Unidades de Pronto Atendimento (UPA).

Hospital Geral de Fortaleza

O HGF é o maior hospital público da rede estadual, sendo referência em procedimentos de alta complexidade. Além de realizar transplantes e neurocirurgias, a unidade oferece assistência no tratamento de AVC (acidente vascular cerebral) e de outras patologias neurológicas. Também é destaque o atendimento nas áreas de ortopedia, obstetrícia de alto risco e tratamentos clínicos especializados. Em 2019, o HGF inovou ao implantar o projeto Lean nas emergências. A metodologia melhorou a qualidade dos atendimentos, diminuiu extraleitos e reduziu o tempo médio de permanência na unidade.

Centro de Saúde Meireles (CSM)

Unidade de atenção secundária que atende em média 22 mil pacientes por mês em várias especialidades como pneumologia, ginecologia, urologia, cardiologia, neuropediatria, dermatologia infantil e clínica médica. O CSM possui ainda diversos programas: controle do tabagismo, controle de hipertensão e diabetes, atenção à pessoa ostomizada, palivizumabe – que fortalece o sistema imunológico de crianças prematuras contra o vírus sincicial respiratório (bronquiolite), saúde do homem, e IST/HIV.

Instituto de Prevenção do Câncer do Ceará (IPC)

O Instituto de Prevenção do Câncer do Ceará é uma unidade de atenção secundária para diagnóstico e tratamento precoce dos cânceres de colo do útero e mama. Possui ainda um laboratório de patologia e citopatologia, sendo referência para os municípios cearenses. São catorze ambulatórios divididos em serviços de enfermagem, mastologia e ginecologia, além dos setores de mamografia, ultrassonografia e centro cirúrgico. O IPC conta com uma equipe multidisciplinar, formada por ginecologistas, mastologistas, enfermeiros, radiologistas e dermatologistas.

Centro Integrado de Diabetes e Hipertensão (CIDH)

Referência de nível secundário no atendimento a pessoas com diabetes e hipertensão arterial no Estado, o CIDH, em Fortaleza, conta com uma equipe interdisciplinar formada por médicos, cirurgiões vasculares, enfermeiros, fisioterapeutas e auxiliares de enfermagem. Possui em sua estrutura ambulatório especializado no atendimento dos portadores do pé diabético. Com uma média de 600 atendimentos mensais e o leito-dia, o CIDH atua para evitar internação hospitalar por descontrole de glicemia e pé diabético. Outro ponto forte da unidade é a educação terapêutica: oficinas empoderam pacientes para o melhor controle de diabetes e hipertensão.

Centro de Referência Nacional em Dermatologia Sanitária Dona Libânia

O CDERM é referência no estado para doenças dermatológicas atendendo a uma demanda referenciada via Central de Marcação de Consultas. É uma das seis unidades classificadas como Referência Nacional em Hanseníase do Ministério da Saúde. Desempenhando importante papel no diagnóstico e tratamento destas afecções. Notifica em média 500 casos novos de Hanseníase por ano, sendo, atualmente, a unidade de saúde que concentra o maior número de notificações de casos da doença em todo o Brasil.