lai

Secretarias e Órgãos

Telefones úteis

Redes Sociais

Página Inicial Notícias SAMU 192 Ceará amplia atendimentos em 11% e capacitações em 87%
voltar imprimir
Aumentar texto Diminuir texto
SAMU 192 Ceará amplia atendimentos em 11% e capacitações em 87%
Qua, 10 de Janeiro de 2018 09:22
alt

Nesta quarta-feira, dia 10 de janeiro, tem início a 8ª Capacitação em Obstetrícia e Pediatria, que ocorre até quinta-feira, 11. A capacitação acontece no auditório do Núcleo de Educação Permanente (NEP) do SAMU 192 Ceará, no Eusébio, e tem como público-alvo os funcionários do SAMU 192 Ceará, das Unidades de Pronto Atendimento (UPAs) e das emergências hospitalares do Estado.

O treinamento é sobre as principais urgências em pediatria, tais como insuficiência respiratória, parada cardiorrespiratória, reanimação cardiopulmonar no paciente neonatal e no pediátrico, transporte de pacientes pediátricos; e em obstetrícia, tais como sangramento transvaginal na gestação, abortamento, trabalho de parto, reanimação cardiopulmonar na gestante, emergências hipertensivas na gestação.

As capacitações promovidas pelo SAMU 192 Ceará no ano passado envolveram 8.389 profissionais de municípios de todas as macrorregiões do Estado, entre médicos, enfermeiros, técnicos de enfermagem, condutores socorristas, técnicos auxiliares de regulação médica e público externo. O número de pessoas treinadas para atuar em situações de urgência foi ampliado.“Houve um aumento de 87% em relação a 2016, quando 4.487 pessoas foram capacitadas”, diz Rogério Giesta, coordenador do Núcleo de Educação Permanente (NEP) do SAMU 192 Ceará.

Ampliação dos atendimentos

O Serviço de Atendimento Móvel de Urgência – SAMU 192 Ceará ampliou em 11,59% a quantidade de atendimentos em 2017, passando de 56.639, em 2016, para 63.209. No mesmo período, o volume de chamadas para o número 192 cresceu 24,84%. O serviço para a população cearense ganha em agilidade com a utilização de diversos tipos de veículos, como motolâncias e serviço aeromédico (helicópteros).

“As motolâncias não realizam o atendimento sozinhas. Chegam antes da ambulância para já ir estabilizando os pacientes”, afirma Rogério. Os atendimentos com motolância cresceram de 42 (2016) para 149 (2017), uma variação de 354%. Já o serviço aeromédico, que ampliou em 23,4% os atendimentos em 2017, é utilizado para casos de maior urgência e locais de difícil acesso.

O crescimento do número de trotes, entretanto, ainda chama atenção. Foram 45.552 em 2016 e 61.921 no ano passado, uma elevação de 35,93%. “O número de trotes costuma diminuir no período de férias. O grande problema é mandar uma ambulância para um chamado que não existe de verdade e perder tempo para atender uma demanda real”, explica Rogério.

De acordo com o coordenador do NEP, o SAMU faz treinamentos frequentes para que os técnicos auxiliares de regulação médica (TARM) identifiquem os trotes antes do envio da ambulância. “O trote, a gente não consegue impedir, mas a gente consegue minimizar o envio de veículo para esses casos”, pondera.

Estrutura

O serviço do SAMU funciona 24 horas por dia com equipes multiprofissionais de saúde, formada por médicos, enfermeiros, auxiliares de enfermagem e socorristas, que prestam o socorro em qualquer lugar, seja ele privado (residências, locais de trabalho etc.) ou público (vias públicas), após chamada gratuita, feita através do 192. A cobertura do SAMU 192 Ceará abrange 129 municípios, com população de 4.766.311 habitantes.

Quando o SAMU recebe a ligação, um médico regulador faz o diagnóstico da situação e inicia o atendimento no mesmo instante, orientando o paciente ou a pessoa que fez a chamada sobre as primeiras ações que podem ser tomadas, como a prestação dos primeiros socorros ou a imobilização das vítimas, dependendo da gravidade do caso. Em casos graves, o paciente é transferido de uma ambulância com UTI. O médico comunica a urgência ou emergência aos hospitais públicos ou Unidades de Pronto Atendimento (UPAs 24hs) e assim garante atendimento rápido com menos riscos de sequelas e redução de óbitos ao socorro precoce.

O serviço realiza atendimentos de naturezas diversas, como a vítimas de acidentes de trânsito, de ferimentos por arma de fogo e armas brancas, quedas, choque elétrico, afogamento e intoxicação. Atende, ainda, pacientes vítimas de infarto agudo do miocárdio, de AVC (Acidente Vascular Cerebral) e crises convulsivas e realiza atendimento pré-hospitalar de pacientes com insuficiência cardíaca e crise diabética. Também é acionado para a realização de atendimento de casos gineco-obstétricos, como trabalho de parto e aborto; atua no atendimento médico de urgências psiquiátricas; efetua transferências hospitalares de pacientes graves que necessitam de remoção em UTI móvel entre os municípios.



Foto: Governo do Ceará

Assessoria de Comunicação da Sesa
Cristiane Bonfim / Marcus Sá / Helga Rackel (85) 3101.5221 / 3101.5220
www.facebook.com/SaudeCeara

 

Calendário

Janeiro 2018
D 2a 3a 4a 5a 6a S
31 1 2 3 4 5 6
7 8 9 10 11 12 13
14 15 16 17 18 19 20
21 22 23 24 25 26 27
28 29 30 31 1 2 3